Geocaching Basecamp

alieri's Geoblog

Oct 31, 2009

A12 Alcochete SN - one for the road

By: Cadete Difficulty: 2.0 Terrain: 1.5 Container: Micro

Fa ço minhas as palavras do Jeremias-Gato: esconderijo muito original. Os meus parabéns e agradecimentos ao autor.
Obrigado pela cache.

Oct 30, 2009

N2 - Parque Vicente Anes S-N [Aljustrel]

By: Team Geo-Cricket Difficulty: 1.0 Terrain: 1.0 Container: Small

Depois de passar aqui tantas e tantas vezes, finalmente obriguei-me a parar e procurar a cache, que estava t ão bem protegida de olhares indiscretos que pensei que tinha desaparecido. Felizmente está tudo bem com a cache. O mesmo não se pode dizer do espaço envolvente, pelo que renovo as críticas a quem tem a obrigação de velar pelo que é de todos.
Obrigado pela cache.

Oct 29, 2009

3. º Encontro Geocachers Algarvios

By: Compadrio Marafado Difficulty: 1.0 Terrain: 1.0 Container: Not chosen

L á estarei SMILIE

Oct 27, 2009

Capela de Santa Águeda [Vila Nova da Baronia]

By: TMPinho & CNP adopted by Alieri Difficulty: 1.0 Terrain: 1.5 Container: Small

De novo activa, com novo esconderijo e dica e tamanho mais pequeno.

Capela de Santa Águeda [Vila Nova da Baronia]

By: TMPinho & CNP adopted by Alieri Difficulty: 1.0 Terrain: 1.5 Container: Small

** Coordinates Changed From ** N 38 ° 16.212 W 008° 02.710
Distance From Old: 38.7 feet
Novo esconderijo e nova dica.

Traga lápis ou caneta.

Oct 25, 2009

PROJECTO VG - CERCAL

By: Portelada Difficulty: 1.5 Terrain: 2.0 Container: Micro

J á no regresso a Beja, uma paragem para ver o mar lá de cima.
Este lugar traz-me más recordações por causa da cache vizinha, mas hoje correu tudo bem e dei com a cache sem o GPS avariar nem cair nem ficar sem pilhas SMILIE
Obrigado pela cache

Ba ía da Boleia [Milfontes Powertrail #8]

By: Team Geo-Cricket Difficulty: 1.5 Terrain: 2.5 Container: Small

Depois de um belo almo ço na Tasca do Celso, tínhamos mesmo que "desmoer" a refeição. Foi uma pequena mas agradável caminhada, numa tarde muito convidativa a estas actividades.
A cache apareceu sem dificuldade, entre conversas sobre powertrails.
Obrigado pela cache.

Farol de Milfontes (Rio Mira)- Far óis de Portugal

By: Team Geo-Cricket (adopted, check bookmark) Difficulty: 1.5 Terrain: 1.5 Container: Small

De passagem pelo local, ap ós um almoço supimpa na tasca do Celso, encontrar esta cache foi apenas um tira-teimas com a Sicapelo. Sem GPS: "é mais práli!". "Olha que é mais daquele lado" e finalmente lá a encontrámos. Tudo ok.
Estava lá uma geocoin mas apenas retirámos o código SMILIE

Oct 24, 2009

Lagoa Vermelha, Barragem (Ferreira do Alentejo)

By: Team Geo-Cricket Difficulty: 1.0 Terrain: 1.5 Container: Small

Com a Sicapelo, para abrir o apetite para o jantar, viemos dar uma volta para esta zona. Desconhec íamos a existência destas estruturas, apesar de há muito vermos máquinas um pouco por todo o lado em redor de Ferreira.
Com o trabalho de casa estudado, foi fácil chegar aqui. O problema foi dar com a cache no meio de tanto calhau e com a luz do dia a desaparecer a cada minuto que passava. Clar o que nem as dezenas de mosquitos nos ajudaram.
Finalmente, quando me decidi a ir buscar uma lantera, a Sicapelo deu com a cache.
Obrigado pela mesma e pelo passeio proporcionado.

Monte Branco, Barragem (Ferreira Alentejo)

By: Team Geo-Cricket Difficulty: 1.0 Terrain: 1.5 Container: Small

Com a Sicapelo, para abrir o apetite para o jantar, viemos dar uma volta para esta zona. Desconhec íamos a existência destas estruturas, apesar de há muito vermos máquinas um pouco por todo o lado em redor de Ferreira.
Chegámos ao por do sol, mas ainda a tempo de procurar a cache com luz do dia e de sermos picados pelos mosquitos que começavam a chegar. Talvez por isso o mugle pescador que ali estava começou a arrumar a tralha pouco depois.
Apesar de termos feito de tudo para ele perceber o que estávamos a fazer, incluindo a Sicapelo deixar cair o GPS para o canal, acho que ele não percebeu.
Portanto, acho que a cache se mantém segura, agora também com um lápis de marca sueca lá dentro.
Obrigado pela cache.

Oct 16, 2009

R.D.M. Barragem de Odeleite

By: Daraopedal Difficulty: 1.5 Terrain: 1.5 Container: Micro

Encontrada na companhia do meu sobrinho, ali ás, era ele quem levava o GPS. Custou mais retirar o logbook do que encontrar a cache SMILIE
O espaço está bem arranjadinho e merece nova visita, provavelmente com carvão e febras na bagagem.
Obrigado pela cache.

Oct 15, 2009

Vila Adentro [Faro]

By: Al-garb, adopted by Alieri Difficulty: 2.0 Terrain: 1.5 Container: Small

Cache regressada das cinzas, à espera de novas visitas.
Obrigado aos Al-Garb pela cache inicial, novo contentor e apoio, e ao SuperFm pela habitual disponibilidade.

Oct 12, 2009

Puente del Alamillo

By: CANIVAL Difficulty: 1.5 Terrain: 1.0 Container: Small

Encontrada despu és de un día en Isla Mágica.
Al llegar cerca del puente el GPS no funcionaba. Solo pasados unos 15 minutos tenia señal de satélites. Entre conectar señal e encontrar el cache, tardo 2 minutos apenas.
El cache estaba un poco visible, pero lo deje mejor tapado.
Gracias por la explicación sobre ese puente tan impresionante, y por el cache.

Oct 9, 2009

Castelo do Alferce (Ru ínas)

By: ShadowLord and BIGWIG-pt Difficulty: 2.0 Terrain: 3.0 Container: Small

9-10-09 19:29:51 Vindos da Fonte Santa da Fornalha, ach ávamos que já tínhamos a nossa conta de caminhadas para este dia. Tentámos levar o jipe o mais perto possível da cache, mas perante alguns pedregulhos e valas, e sem saber que mais nos esperava no final do pequeno carreiro, optámos por seguir a pé. Primeiro pelo carreiro acima, até a seta do GPS começar a virar para trás. Regressámos alguns metros e optámos por ir a corta-mato, monte acima...grande estafa. Quando já pensava que cache estava junto ao sobreiro mais próximo, desilusão...ainda tinha que descer mais uma data de pedregulhos. Realmente, é dali que a vista está mais d esobstruída. O sol já se tinha posto, mas podíamos ver o conhecido Cerro de São Miguel lá bem ao longe.
Gostei do disfarce da cache.
Feitos os logs, seguimos em marcha acelerada monte abaixo, novamente a corta-mato, que a luz era cada menos e o frio cada vez mais.
Obrigado pela cache.

Um passeio por Monchique

By: Daraopedal Difficulty: 1.5 Terrain: 2.0 Container: Small

9-10-09 22:42:45 Depois da cache do Miradouro da Foia, urgia forrar a barriga com algo comestivel. Demos v árias voltas para encontrar determinado restaurante, que afinal estava fechado. Toca de regressar na direcção de Monchique. Após o repasto, viemos fazer esta multi para fechar o dia de geocaching com mais de 50% do objectivo cumprido. Praticamente contámos o necessário sem sair do jipe, que le vámos depois até 90 metros da cache, por um acesso nada aconselhavel a rasteirinhos.
Munidos de frontais e lanternas, mas sentindo a falta de roupas mais adequadas ao vento frio, seguimos até ao ponto zero, que foi descoberto graças às fotos spoilers, pois pelos GPS ainda nos faltavam 6/9 metro s. Um pouco ao lado da cache dormia uma das maiores e mais feias aranhas que já vi.
Obrigado pela cache.

Necr ópole da Forneca [Vale Fuzeiros]

By: Daraopedal Difficulty: 1.5 Terrain: 1.5 Container: Small

9-10-09 16:12:40 Segunda cache da tarde, com o Hugo. O Tomtom trouxe-nos at é uns 150mts da cache, junto de umas casas servidas por uma rua estreita. O barulho do motor despertou a curiosidade de um morador que veio logo espreitar o que se passava. Assim que perguntámos onde era a Necrópole pareceu ficar aliviado.
Seguimos a pé até à cache e à Necrópole, que está tão perto de uma casa que mais parece ser o prolongamento do quintal de alguém.
Aparte isso, a zona estava deserta e pudemos procurar à vontade. O Hugo disse "já a encontrei", e como está combinado, não disse onde. Passado dois minutos lá encontrei a cache, para grande espanto do Hugo: afinal o que ele tinha visto não era a cache SMILIE.
Fomos depois admirar e tentar interpretar a Necrópole, que é mais "nova" do que imaginei à partida.
Obrigado pela cache.

Ermida de Sant'Ana [S. B. Messines]

By: Daraopedal Difficulty: 2.5 Terrain: 2.5 Container: Small

09-10-09 @ 15:44 Com o Hugo.Jesus. O Tomtom ignorando os pontos adicionais, l á nos levou até bem perto da cache, saindo do IC1 pr uma estrada de terra batida. Havia alguma lama, mas pouca. Mais à frente umas poças de água, chão de calhaus, mais lama, passa´mos por baixo d linha de comboio (no inverno não deve dar para passar ali, é o leito de um rio), até chegarmos a uma encruzilhada. Fomos para o lado oposto ao (só o constatámos mais tarde, no regresso) sugerido pelo owner. Por isso fizemos mais um ou dois kms por lama, terra, poças, etc...Foi bem mais divertido SMILIE
Chegados à Ermida, vimos vestigios da passagem de escuteiros, e logo o Hugo me expllicou que sinais e estruturas eram aquelas. Quanto à cache, não tardou a aparecer.
Obrigado pelo passeio.

R.D.M.-Miradouro da Fonte [Foia]

By: VespaFriendsAlgarve Difficulty: 1.5 Terrain: 1.5 Container: Small

9-10-09 21:05:33 Era j á noite cerrada quando cheguei aqui com o Hugo.
Um vento muito frio obrigou-nos a procurar a cache em passo de corrida e regressar ao carro para fazer os logs.
As coordenadas são muito precisas, felizmente SMILIE
Out - Tb Butterfly
In - TB Ecolab
Obrigado pela cache.

Fonte Santa da Fornalha [Alferce, Monchique]

By: ShadowLord Difficulty: 2.5 Terrain: 3.0 Container: Small

9-10-09 18:12:03 Esta foi provavelmente a melhor cache da tarde de "ca ça" na companhia do Hugo.Jesus.
Apontando à cache, o Tomtom levou-nos onde achou melhor. Embora estivéssemos muito perto da cache, a cerca de 500 mts, tínhamos vales e colinas entre nós e a cache, sem um caminho evidente a percorrer.
Tentámos as cartas militares mas levaram-nos para um camin ho que já não existe. Tivemos então que reconhecer o erro de não seguir as dicas do owner e fazer 10 km em sentido contrário ao que trazíamos, depois de perguntar o caminho para a Fonte Santa a um mugle-que-falava-pelos-cotovelos-repetindo-sempre-o-mesmo.
A partir daí foi sempre a andar sem mais percalços. Passámos por uma zona de obras e entrámos no trilho certo, seguindo à risca as instruções do autor da cache.
Simplesmente fantástico este trilho à beira do ribeiro. Fomos de jipe mas imagino que quem opte por vir a pé goste ainda mais. Tudo é verdejante, as copas das árvo res fazem de tecto à nossa caminhada, o ribeiro corre mansamente, enfim, um lugar a regressar sem dúvida.
Chegados ao último ponto, iniciámos a marcha pedestre. O dia estava óptimo para isto: temperatura amena e apenas uma ligeira brisa. Depois de ler os logs anteriores pensámos que íamos su ar bastante até lá chegar, mas a verdade é que o caminho se faz bastante bem. Claro que em pleno verão deve ser um pouco mais duro.
A cereja no topo do bolo foi a exploração das casas junto à fonte. Não fazíamos ideia que iríamos encontrar algo assim. Adorei, e espero voltar cá no tempo quente só para me refrescar naquela espécie de termas rurais.
Quanto à cache, acho que poderia estar num lugar mais acessível, pois quer a subida quer a descida dos últimos 30/40 metros pode ser perigosa, dado o declive.
Apesar disso, acho que é uma cache excelente, a ser incluída numa list a de caches a visitar no Algarve.
Parabéns por encontrar um lugar assim e muito obrigado pela cache.

Oct 6, 2009

Terras de Aleixo [V. Real St. Antonio]

By: ajsa & golfinha adopted by Alieri Difficulty: 1.5 Terrain: 1.5 Container: Regular

Na sequ ência do meu log anterior, tentei confirmar a minha suspeitção quanto à circulação de viaturas na zona da cache.
Aqui fica o texto do email que recebi hoje do Instituto de Conservação da Natureza/Reserva Natural do Sapal de Castro Marim:

"de RNSCM (Superv) - xxxxxxxx@icnb.pt > para xxxxxxxx@gmail.com data 6 de outubro de 2009 15:47 assunto Quest ões sobre a Mata Nacional das Dunas Litorais de VRSA (MNDLVRSA)

Ex.mo Sr. Nuno Xavier,

Relativamente às questões que coloca sobre a MNDLVRSA, venho informar o seguinte:

1. A Mata Nacional das Dunas Litorais de Vila Real de Santo António compreende toda a área florestada entre o oceano e a mancha de terrenos agrícolas a sul dos núcleos urbanos entre Vila Real de Santo António e Aldeia Nova. Não está integrada na Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António(RNSCMVRSA), pelo que não possui estatuto de Área Protegida, mas está classificada como espaç o a proteger no âmbito da Rede Natura 2000 ? Sítio de Importância Comunitária, SIC Ria Formosa/Castro Marim (PTCON0013).

2. Não é permitida a circulação de veículos motorizados, com excepção das viaturas afectas à Vigilância, Fiscalização e 1ª intervenção em fogos florestai s (da responsabilidade desta Reserva Natural), do combate a fogos florestais (da responsabilidade dos Bombeiros Voluntários) e policiamento (GNR).

3. A circulação de outro tipo de veículos, constitui contravenção punida por lei."

O texto continua, referindo opções politicas e outros " desabafos" sobre falta de meios, que opto por não transcrever.

Oct 5, 2009

Cerro de Cabe ço de Câmara [Loulé]

By: Torgut Difficulty: 2.0 Terrain: 2.0 Container: Small

H á muito que esta cache estava debaixo de olho, mas o facto descrito, de ser apenas acessível a veículos TT, levou-me a adiar a busca durante muito tempo.
Finalmente proporcionou-se a viagem até ao Cerro. No entanto, fiz mal o trabalho de casa, e por isso o GPS do carro levou-nos a passear pela A 22, de Faro até à saída de Boliqueime, para depois mandar inverter a marcha e regressar pela A22 !! Não obedecemos ao GPS e tentámos encontrar a cache "à antiga", sem uma voz a comandar o nosso destino próximo.
Assim, e também sem o PDA com as cartas militares, valeu-nos a setinha do GPS e a lguma memória visual do melhor acesso no Google Earth e suas coordenadas. Chegados a esse estradão, foi só ligar a tracção às 4 e subir o Cerro, até 20 metros do ponto zero. Pelo caminho vimos algumas marca s da dificuldade em vencer o declive que alguns ve ículos devem ter sentido.
Infelizmente não vi sinais de parapente nem asa delta. Em contrapartida pudemos identificar lá do topo alguns locais conhecidos.
A cache foi encontrada sem dificuldades, e qual não foi o nosso espanto ao ver que já tinha tido duas visitas hoje. A tampa do container es tá rachada.
Obrigado pela cache.
IN - TB
Out - TB

Oct 3, 2009

Terras de Aleixo [V. Real St. Antonio]

By: ajsa & golfinha adopted by Alieri Difficulty: 1.5 Terrain: 1.5 Container: Regular

Encontrada com a Sicapelo e a minha irm ã, no inicio de um passeio circular que se iniciou no ponto 041RARE, passou pelo parque de campismo de Monte Gordo, com regresso pelo outro lado da mata.
O local é sobejamente conhecido por nós, mas há muito tempo que não percorria os trilhos da mata da Vila.
Quanto à cache, já tinha encontr ado a sua "falecida mãe", e esperava o mesmo tipo de dificuldades. Na verdade foi bastante fácil encontrar a cache, apesar da camuflagem (que começa a apresentar pequenas falhas, nada de grave). Bastou seguir os habituais vestígios da presença geocacher SMILIE
Nós vínhamos cá de qualquer manei ra, mas a cache deu outro colorido ao passeio. Obrigado.

Uma última nota para dizer que, tanto quanto sei, a circulação nestes trilhos, por viaturas não autorizadas, é proibida.
Trata-se de zona de Reserva Natural (da Mata de Vila Real de Santo António). O facto de não haver vestígios de ci rculação de veículos (visíveis noutros estradões de terra batida) devia alertar os geocachers.
Levar o cachemobile até 10 metros da cache é, como direi, preocupante, vá.
Quando vi marcas de rodados recentes e perguntei à minha irmã, que vive aqui ao lado e é frequentadora habitual deste e spaço, se era permitido circular aqui, recebi em resposta "tenho a certeza que é proibido". Certo é que do lado onde entrámos está uma cancela fechada a cadeado, assim como em outros acessos.

A22 Olh ão WE - one for the road

By: nso75 & friends Difficulty: 1.5 Terrain: 1.5 Container: Micro

New logbook. Thank you to all 130 previous geocachers.

Oct 1, 2009

Vila Adentro [Faro]

By: Al-garb, adopted by Alieri Difficulty: 2.0 Terrain: 1.5 Container: Small

Em remodela ções / under (re) construction
will be back in a couple days

More >>